Autismo e Realidade celebra o Abril Azul 2018 em todo Brasil

13/03/2019 | Memória AeR | 1 Comentário

Dia Mundial do Autismo contou com iluminação especial, ação no metrô de São Paulo e desenho animado

O Núcleo Autismo e Realidade, do Instituto Pesquisa e Ensino em Saúde Infantil (PENSI), realizou durante todo o mês de abril uma série de ações em alusão ao Dia Mundial da Conscientização do Autismo, comemorado dia 2 de abril. A data marca um movimento de sensibilização da população mundial sobre o Autismo, um transtorno no desenvolvimento do cérebro que afeta cerca de 70 milhões de pessoas em todo o mundo, dois milhões apenas no Brasil.

A primeira ação foi a solicitação de iluminação especial azul em monumentos e prédios 35 cidades. Participaram da iniciativa o Monumento às Bandeiras e a Ponte Estaiada, em São Paulo (SP); o Palácio Branco em Rio Branco (AC), o Teatro Amazonas em Manaus (AM), a Estátua de Iracema em Fortaleza (CE), o Jardim Botânico de Curitiba (PR), o Tribunal de Justiça do Recife (PE), o Cristo Redentor no Rio de Janeiro (RJ), a Catedral Metropolitana de Brasília, a Praça da Igreja Matriz em Itajaí (SC) e a Praça Rui Barbosa de Montenegro (RS).

Na capital paulistana a ação que chamou atenção foi a parceria com a Secretaria dos Transportes Metropolitanos, que afixou 200 cartazes da Campanha #VocêSabia em diversas estações de metrô, por todas as zonas da cidade. Os cartazes informativos produzidos pelo Núcleo Autismo e Realidade, levam mensagens de sensibilização e informações relevantes sobre TEA. E ainda a inclusão de frases sobre o autismo em todos os relógios eletrônicos nas principais avenidas da cidade.

 

Representatividade do autismo na TV

Outra articulação foi a colaboração técnica com o canal Nat Geo Kids, para o lançamento em 23 de abril do desenho animado Pablo, a primeira série infantil que incentiva a inclusão de crianças com autismo. Todos os dubladores da versão nacional da atração são crianças e jovens com TEA, e foram indicados pela equipe Autismo e Realidade.

Para a Diretora Executiva do Instituto PENSI, Fátima Rodrigues Fernandes, as ações apoiam uma causa nobre e desmistifica o TEA. “Pela representatividade do Núcleo Autismo e Realidade, é nosso papel apoiar as ações e disseminar informações sobre esta causa tão nobre para toda a sociedade. É preciso desmistificar a visão que muitos têm do autismo e celebrar as diferenças”, finaliza.

1 Comentário

  1. Angelo

    Essa ação é muito bacana!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *