Cultura com TEA: mais filmes e desenhos com personagens no espectro autista

31/05/2019 | Inspiração | 0 Comentários

Histórias mostram autistas explorando todo o seu potencial

Em mais uma edição das nossas recomendações de filmes sobre autismo, trazemos um documentário, dois programas infantis e um filme premiado.

Temple Grandin

cena filme Temple Grandin

Divulgação HBO

A personagem tema é uma mulher com autismo que se tornou famosa ao reinventar as práticas de manejo e tratamento de animais em fazendas e abatedouros. O filme se concentra na juventude de Temple, nos anos 1960, quando havia muito pouco conhecimento sobre TEA. Contrariando a ordem médica de internação em uma instituição psiquiátrica, a sua mãe faz questão que Temple tenha uma educação formal. O tempo livre é passado na fazenda da tia, onde ela começa a conviver com rebanhos de vacas. A paixão pelos animais é a grande motivação do seu trabalho, e Temple sempre destaca que o autismo faz dela diferente mas não inferior. Formada em Psicologia com Ph.D. em Zootecnia, Temple já publicou mais de 400 artigos sobre manejo pecuário, além de seis livros sobre autismo.

 

Em Um Mundo Interior 

Cena do filme Em Um Mundo Interior

Divulgação GNT

O documentário acompanha de seis crianças e um jovem, todos em diferentes níveis do espectro autista. Cenas do cotidiano são o pano de fundo para desvendar a realidade desses indivíduos: os dilemas dos pais, as expectativas e medos das crianças e do adolescente, as conquistas do dia a dia. O filme enfatiza o argumento de que autistas bem estimulados evoluem bastante e conseguem explorar o seu potencial. Além disso, narrativa reforça o benefício que a convivência entre autistas e pessoas típicas traz para todos os envolvidos, mostrando como celebrar as diferenças ajuda na construção de uma sociedade melhor.

 

 Dois desenhos ícones da infância incluíram novos personagens com TEA

 

Vila Sésamo

personagem Julia Vila Sésamo

Divulgação Vila Sésamo

A turma da Vila Sésamo tem uma nova amiga: Júlia é uma menina de 4 anos, um pouco tímida e que adora pintar e cantar. Seu jeito calado faz Garibaldo achar que ela não gostou muito dele, mas logo vem a explicação: Júlia é autista e faz algumas coisas de um jeito particular, um “jeito bem Júlia”. O episódio explora alguns comportamentos comuns entre as crianças com TEA, como a repetição de frases e a sensibilidade a ruídos, e conclui de um jeito bem humorado com a turma cantando e brincando junto.

 

Turma da Mônica

Personagem André Turma da Mônica

Divulgação Maurício de Souza Produções

André, o personagem com TEA da turma do Limoeiro, apareceu pela primeira vez no gibi especial “Um Amiguinho Diferente”. A história começa com Magali ficando incomodada por André não ter respondido ao seu cumprimento. O incômodo é resolvido pela irmã dele, ao dizer que “ele é autista e os autistas são crianças especiais”. Mais tarde, André volta a aparecer numa série de seis vídeos lançados para celebrar Dia Mundial do Autismo. As animações, disponíveis no YouTube da Maurício de Sousa Produções, explicam características do transtorno numa linguagem acessível e divertida, mostrando como incluir os autistas em brincadeiras

E qual filme ou série que você já viu que tinha um personagem autista? Deixe um comentário com a sua dica!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *