Cultura com TEA: livros e filmes para toda a família

5/07/2019 | Inspiração | 0 Comentários

A importância da inclusão de crianças autistas é tema de livros infantis

Hoje vamos falar de alguns livros que ajudam adultos e crianças a entender melhor como interagir com pessoas com TEA. 

Meu amigo faz iiii

livro infantil sobre autismo

Mãe de um menino autista, Andréa Werner criou uma história centrada na aceitação da diversidade como algo natural e positivo. Bia é uma menina que começa a perceber que seu amigo Nil se comporta de um jeito diferente. A professora deles então orienta Bia a observá-lo melhor para entender como os dois podem se divertir juntos.

 

Um Livro Diferente

livro sobre crianças com TEA

Com apenas 28 páginas, o livro envolve as crianças em uma história com rimas que celebra as diferenças. A obra traz um material de apoio para pais e professores sobre a importância de abordar a inclusão escolar desde os primeiros anos.

Outra Sintonia: a história do autismo

Livro sobre história do autismo

Donald Triplett foi a primeira pessoa diagnosticada com autismo na década de 1940 e a sua história é o pano de fundo para este meticuloso e sensível relato da história do TEA. Os jornalistas John Donavan e Caren Zucke detalham os principais erros e acertos da ciência para entender o distúrbio nos últimos 80 anos, além de explorar a luta das famílias pela inclusão dos autistas.

 

Histórias reais de pessoas com TEA inspiram filmes

Depois dos livros, vamos falar de dois filmes baseados em fatos reais com histórias marcantes sobre a trajetória de crianças autistas. 

Farol das Orcas

Filme farol das orcas

Divulgação Netflix

O filme conta a história de Tristán, um menino autista de 11 anos que não se comunica até o dia em que assiste um documentário sobre um guarda florestal que brinca e nada com as orcas na Patagônia. Sua mãe viaja com o menino para conhecer o homem, na esperança de que o contato com as baleias ajude no desenvolvimento de Tristán. 

 

Arthur e o Infinito

Filme sobre autismo

Cena do filme Arthur e o Infinito

O média metragem de Julia Rufino mostra a longa trajetória percorrida pelo casal Marina e César para entender o comportamento do filho Arthur. São mais de quatro ano até a confirmação do diagnóstico de TEA, e a família passa por momentos que colocam em xeque a capacidade de acolhimento e resiliência do casal.

Não esqueça de deixar a sua dica!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *