Acertando o passo na volta às aulas

16/07/2019 | TEA no Dia a Dia | 0 Comentários

Retomar a rotina escolar pode ser um desafio para crianças autistas

Para qualquer aluno, as férias escolares são o momento mais aguardado do ano letivo. O problema é que em apenas 21 um dias algo se torna um hábito, ou seja, em menos de um mês a criança já esqueceu da rotina de ir para a escola. Retomar este hábito é um desafio ainda mais delicado no caso das crianças autistas. Por isso, hoje vamos revisar duas cartilhas com estratégias para fazer esta transição de uma maneira mais suave e produtiva.

Em De volta à escola para crianças com autismo, o psicólogo Peter Faustino orienta a dizer “oi” novamente à escola antes do início das aulas. Para fazer isso, ele aconselha a pedir a ajuda a um dos profissionais da equipe escolar para organizar uma visita à sala de aula alguns dias antes da início do período letivo. Uma opção mais simples é pedir o cronograma de aulas e atividades ou um resumo dos principais assuntos que serão abordados pelo professor no primeiro mês. Assim, você pode revisar essas informações com o seu filho, que vai se sentir mais preparado para retomar a rotina escolar.

Ajustar os horários das refeições e de dormir facilita a readaptação do autista

Outra recomendação é ajustar as atividades das férias para, progressivamente, se assemelhar à rotina da escola. Uma maneira de começar é com a hora de dormir e as rotinas da parte da manhã. Mesmo que seu filho acorde, se vista e então volte a dormir novamente – o ensaio da rotina matinal deve lhe poupar estresse quando o primeiro dia chegar. Também vale a pena ajustar os horários de almoço e dos lanches da manhã e da tarde para seguir o cronograma de atividades da escola.

Já a cartilha Preparando-se para a Escola traz orientações interessantes para ajudar na adaptação do aluno autista com professores e alunos novos. Como a interação com desconhecidos pode ser desafiador para os autistas, os pais podem ajudar a criança a montar um portfólio para se apresentar. É importante cobrir as principais informações como assuntos prediletos, hobbies e habilidades, e coisas que incomodam, além de uma breve explicação sobre o TEA. Este material pode reunir fotos, obras de arte, amostras de trabalhos escritos ou escolares, listas de coisas favoritas ou até mesmo um vídeo ou ou áudio.

Tem mais alguma dica legal? Deixe nos comentários!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *