Influenciadores que são pais e mães de autistas

31/03/2021TEA no Dia a Dia0 Comentários

Perfis acolhem outros pais e mães, conscientizam sobre o transtorno e dividem e esclarecem dúvidas e inquietações sobre a rotina

Apoio, acolhimento e fontes seguras para tirar dúvidas sobre o acompanhamento adequado de crianças com TEA são necessários aos pais de crianças e adultos com autismo antes mesmo de obter o diagnóstico.

Quais profissionais atendem o plano de saúde disponível? O que fazer se o plano negar um atendimento recomendado no consultório? Como encontrar um serviço de qualidade em um lugar perto de casa? Como lidar com a falta de respeito das pessoas? Como reagir a expectativas que não correspondem ao desenvolvimento da criança? Como garantir um ambiente inclusivo e saudável para os autistas? São infinitas as questões. Mas há pais e mães nas redes sociais dispostos a contribuir com as respostas. Fizemos uma seleção de sete nomes.

Mãepeuta do Acre virou um grupo de acolhimento e esclarecimento entre mães de todo o Brasil

Mirza Lopes
Instagram: Mãepeuta do Acre
Grupo de Whatsapp: Mãepeutas do Acre

Mirza Lopes criou o projeto Mãepeuta do Acre justamente para dar suporte a quem, como ela, sentiu dificuldade em encontrar informações confiáveis sobre o transtorno de sua filha Malu. Além do perfil no Instagram, Mirza criou um grupo no WhatApp que reúne mais de 150 mulheres de todo o Brasil que se apoiam emocionalmente e trocam experiências sobre o desenvolvimento das crianças, atendimento de profissionais de saúde e questões jurídicas.

O perfil @maepeutadoacre conta dois quadros especiais, o Papo de Mãepeuta, normalmente nas noites e sábado e o Mãepeuta explica. Além disso, fotos e vídeos do dia da Malu recheiam o perfil, comendo chocolate, vestida de Frozen no aniversário ou fazendo perguntas perspicazes.

Amabile Marchi conscientiza sobre autismo e capacitismo com um toque bem humorado

Autismo ao Pé da Letra
Instagram: Autismo ao Pé da Letra
Facebook Autismo ao Pé da Letra

Amabile Marchi é professora e mãe de dois meninos autistas, Leonardo, de 11 anos, e Vicente, de 2. No perfil Autismo ao Pé da Letra, ela publica vídeos da rotina em família e reflete sobre autismo, maternidade e educação. Os stories são muito divertidos, com cenas do dia a dia de travessuras e birras das crianças. Amabile também abre espaço para responder perguntas de mães e promove conversas ao vivo com especialistas.

No perfil, Amabile também conta sobre como percebe o desenvolvimento dos filhos no dia a dia. Vicente começou a ter sinais de regressão na fala recentemente, por exemplo. Já Leo, aos 8 anos, passou a apresentar seletividade alimentar. Ela divide também experiências e formas de pensar sobre e lidar com capacitismo.

Professora e ativista, Luciana Viegas discute o maternar de mãe negra autista de um filho não verbal

Luciana Viegas
Instagram: @umamaepretaautistafalando
Twitter: @luu_viegas
Facebook: Luciana Viegas Caetano

Luciana Viegas se encaixa não só na categoria de autistas influenciadores, mas na de mãe de autista que é influenciadora. Seu filho Luiz é autista não verbal. Ela também tem a Elisa, mais nova, que é neurotípica.

No perfil @umamãepretaautistafalando, ela fala sobre questões relacionadas a racismo e capacitismo e sobre a preocupação que tem com o filho não-verbal e as abordagens policiais, que são parte da rotina de jovens negros no Brasil. A violência polícia é um tema constante no perfil, assim como a luta de Luciana pela inclusão nas escolas.

Daiana Camilo conta o dia a dia da filha Manu, suas características e suas sacadas divertidas

Mundo da Manu
Instagram: Mundo da Manu
YouTube: Mundo da Manu T.E.A.

Daiana Camilo é colaboradora do Autismo e Realidade e compartilha em seus perfis nas mídias sociais, esclarece conceitos básicos de autismo e conta detalhes de seu dia a dia com a filha, contando suas características, as manifestações do transtorno e como lidam com cada uma delas.

Manu tem, por exemplo, bonecas como objetos reguladores. Para se aproximar dela ou mesmo para ajudá-la a compreender algumas questões e convencê-la a cumprir tarefas do cotidiano, as bonecas ajudam muito. Há também posts com frases divertidas da Manu, como o que ela explica como atravessar a rua. “Olha pra lá e pra cá, se não tiver vindo carro, moto ou um porco, a gente corre”, explicou a menina.

Andrea Werner fundou um instituto de apoio a mães e famílias de pessoas com deficiência, é escritora, e discute maternidade atípica no podcast As Diversas

Lagarta Vira Pupa
Instagram: Lagarta Vira Pupa
Facebook: Lagarta Vira Pupa

Andrea Werner

Instagram: Andrea Werner
YouTube: Andrea Werner
Facebook: Andrea Werner

Mãe de Theo, um garoto autista, a jornalista Andrea Werner é fundadora de um blog que virou o Instituto Lagarta Vira Pupa, para apoiar mães e famílias de pessoas com deficiência. Andrea é uma das mães de autista mais engajadas na causa das pessoas com deficiência em geral. Ela discute muito a cobrança ideal sobre o desempenho das mães, especialmente as atípicas. Na pandemia, criou em parceria com Lau Patrón, mãe de um menino com paralisia cerebral, o podcast As Diversas. Entre os temas discutidos estão antirracismo, diversidade, autoestima, sexualidade, suporte tecnológico, representatividade e educação inclusiva.

Andrea também é escritora. Ela é autora do livro “Meu amigo faz iiiii”, em que uma professora narrra a história da amizade de dois alunos, um autista e uma não autista. Andrea também publicou “Lagarta Vira Pupa”, em que divide aprendizados que teve com o filho.

Fatima de Kwant
Instagram: Fatima de Kwant
Youtube: Autimates Fatima de Kwant

Mãe do adulto autista Edinho, Fatima de Kwant é especialista em Autismo e Desenvolvimento e vive com a família na Holanda há mais de 30 anos. Ela faz parte também da REUNIDA, Rede Unificada Nacional e Internacional pelo Direito dos Autistas.

Fatima é uma das consultoras de Marcos Mion, o mais popular dos influenciadores pais de autistas no Brasil. Ela divide sua rotina ao lado do filho e do marido na Holanda, divide resultados sobre pesquisas científicas, discussões sobre os direitos dos autistas e pessoas com deficiência no Brasil e em outros países e também procura acolher e dividir com outros pais e mães de autistas algumas das angústias vividas na busca por diagnóstico e pela inclusão das pessoas com autismo, a partir de suas vivências com o filho.

Principal pai de autista influenciador do Brasil, Mion tem mais de 13 milhões de seguidores

Marcos Mion
Instagram: Marcos Mion
YouTube: Marcos Mion
TikTok: Marcos Mion
Facebook: Marcos Mion

O apresentador de TV Marcos Mion é o mais influente pai de autista do país. Seu filho dá nome à mais recente conquista jurídica das pessoas com TEA no país, a Lei Romeo Mion, que cria a Ciptea (Carteirinha de Identificação das Pessoas com TEA). Com mais de 13 milhões se seguidores Mion divide cenas de sua rotina ao lado de Romeo, o mais velho de seus três filhos. Em família, costumam dançar, brincar com edições de vídeo para o TikTok e conversar com celebridades, como a cantora Jojo Toddynho.

Mion também atua na conscientização do autismo entrevistando, comentando temas polêmicos, como falas capacitistas de personalidades, divide as peculiaridades da rotina, entrevista pessoas com autismo e reflete sobre paternidade atípica.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.